18 abril 2013

"Eu Genuíno"


O eu genuíno é um tesouro. 

Como qualquer tesouro, precisa de um mapa para ser encontrado. 

E deixe-me dizer-lhe: você tem esse mapa!

Já lhe perguntaram: "Quem é que tu pensas que és?". Tipicamente, quem perguntou não queria ouvir a resposta. Já a tinha.

"Quem é que tu pensas que és?"... Não percebes nada disto!
"Quem é que tu pensas que és?"... Não é para os teus dentes!
"Quem é que tu pensas que és?"... Mete-te no teu lugar!

Agora pergunto-lhe eu: Quem é que você pensa que é?

A minha pergunta pretende uma resposta. Eu não a tenho.

Aceite o desafio de pegar num papel e de anotar as cinco principais características que definem a sua identidade.

Não existem respostas certas ou erradas. Não pense demasiado. Não se esforce muito. Escreva rapidamente aquilo que lhe surgir como "isto sou eu".

Existe uma enorme probabilidade de ter escrito algo como: "Chamo-me J., tenho 40 anos de idade e vivo em Lisboa" ou "Tenho 1,65m, cabelo castanho, olhos castanho e trabalho em contabilidade" ou " Sou casado, tenho 2 filhos e estou à procura de emprego".

O que escreveu é importante. Revela a sua experiência, a sua história, o seu papel, a sua vivência e os seus relacionamentos. Revela a sua realidade. Mas, revela mesmo a sua identidade?

Esqueça por um momento as suas circunstâncias, dados geográficos, ocupacionais ou estatísticos. Não se preocupe, não vão desaparecer. Vão manter-se inalteráveis enquanto, por momentos, o foco é você.

Agora, o foco é você.

Pense nas coisas que mais gosta de fazer, que mais despertam o seu interesse. Pode ser o seu trabalho, uma actividade desportiva, cinema, fotografia, leitura, um instrumento musical, astronomia, história...

Cada uma dessas coisas é uma pista para encontrar um talento, uma aptidão particular, uma forma invulgar de ver os outros ou de transformar a realidade. Pode não saber que os tem. E ainda assim, é aí que está o seu eu genuíno.

A sua identidade tem um design único.
A sua identidade não é passiva, estática ou imutável.
A sua identidade precisa de se expressar, para se manter saudável e equilibrada.

Existe em si uma matriz única de talentos e dons. Está escondida nas coisas que gosta de fazer e que lhe despertam interesse. Descubra-a!
As coisas que o apaixonam, são o mapa para encontrar o seu eu genuíno.

Esse tesouro - o seu eu genuíno - oferece-lhe uma riqueza extraordinária: pedras preciosa e moedas de ouro com as quais pode adquirir um propósito de vida!

Deixe que as suas pedras preciosas e moedas de ouro brilhem!

Invista numa vida com propósito!

Sem comentários:

Enviar um comentário